A origem do Baralho Cigano Lenormand tem duas versões. Na primeira delas, este jogo de cartas estaria relacionado ao Petit Lenormand. Este baralho composto de 36 cartas foi criado por Anne Marie Adelaide Lenormand, uma francesa nascida na cidade de Alençon, em 1772.

Mademoiselle Lenormand ficou famosa pela precisão de suas previsões, atendendo a figuras ilustres da realeza da França. Além de cartomante, Mademoiselle Lenormand era astróloga, quiromante, numeróloga e tinha muitos outros conhecimentos como geomancia, dominomancia, cafeomancia.

Na segunda versão, o Baralho Cigano Lenormand, teria sido descoberto e propagado por este povo cigano. Através do seu modo singular de vida migrando de um lugar para outro, eles popularizaram seu jogo de cartas com figuras singelas e de fácil entendimento. De acordo com o costume dos ciganos, este baralho só poderá ser lido por mulheres, pois trazem em seu interior a energia da lua (o oculto), tendo a luz da vidência, o dom do sentir, pressentir e interpretar.

Os baralhos Lenormand juntamente com as cartas de Tarô são as mais utilizadas no campo da cartomancia. Assim como em qualquer jogo de cartas, por meio de seus arquétipos, o baralho cigano envia mensagens que muitas vezes estão bloqueadas em nosso inconsciente. Extremamente valioso para o dia a dia, costuma ser preciso em suas orientações.